domingo, 2 de novembro de 2014

A GUERRA AINDA NÃO ACABOU

PETROLÃO À VISTA!
Para quem apostava que todos os escândalos seriam abafados com a reeleição de Dilma Rousseff, as manifestações de rua têm demonstrado que estavam equivocados: a guerra ainda não acabou, até porque os adversários não foram nocauteados, e a sociedade consciente sabe que houve fraude, não nas urnas, mas nos métodos bizarros da disputa, baseados nas mentiras, na covardia, no abuso extorsivo de dinheiro público, nos financiamentos imorais de campanhas e no ilusionismo político das Bolsas de Compra de Votos, instaladas em todos os rincões do país onde existem bolsões de pobreza e ignorância.

A crise não é somente de credibilidade, embora o resultado final tenha sido um empate técnico, usando o jargão das empresas de pesquisa de opinião. O massacre do primeiro turno, quando Dilma tinha o dobro do tempo de seus opositores no horário eleitoral "gratuito", não foi eficiente no segundo turno, pois mesmo sob fogo intenso das artilharias dos Palácios e Ministérios de Brasília, Aécio Neves chegou a quase 50% dos votos válidos, e os ditos "votos inválidos" do não comparecimento, dos votos em branco e dos votos nulos, chegou a 27,44% dos votantes! Quase 30% dos brasileiros não apoiaram nenhum dos dois candidatos!

Mas não se trata apenas de analisar os resultados numéricos dessa eleição, ganha pelos votos inconscientes daqueles que recebem o "benefício" do Bolsa Família (e isto ficou evidente nos gráficos de distribuição de votos por região geográfica, por escolaridade e por faixas de poder aquisitivo). É preciso analisar o que significará governar o país com um Congresso Nacional que possui 29 partidos políticos nele representados! É preciso avaliar como o PT de Dilma e Lula irá se relacionar com esses políticos sangue-suga, que trocam sua dignidade por cargos políticos em todas as esferas do poder executivo. É preciso avaliar como esse partido intolerante irá conduzir a política econômica sem levar o país de volta à inflação, aos juros elevadíssimos e à estagnação econômica. É preciso, enfim, saber como Dilma irá "aparelhar" (ainda mais) o STF - Supremo Tribunal Federal, a instância máxima do país em questões jurídicas, para se proteger do processo do Petrolão do PT, certamente, o maior escândalo financeiro de nossa história, chegando, supostamente, a 10 bilhões de reais de desvio de dinheiro, favorecendo o PT, o PMDB, o PP e outros partidos da "Base Governista"!

Ainda nem chegou 2015, e o PT perdeu espaços no Congresso, assim como vários de seus "aliados". A composição dos Ministérios será o mais descarado loteamento político de que já se teve notícia em nossa história, favorecendo políticos corruptos em ministérios essencialmente técnicos, como aconteceu com Edson Lobão, no Ministério de Minas e Energia (e ele mesmo afirmou sua ignorância absoluta no assunto quando recebeu o cargo de Dilma Rousseff) e com Garibaldi Alves (vulgo "babão"), que mal sabe concatenar suas ideias.

Serão quatro anos de irresponsabilidades políticas, econômicas e sociais, tornando a vida nacional um pesadelo como nunca houve, com exceção do período de Ditadura Militar! E o pior é que muitos idiotas e cretinos já declaram abertamente seu apoio à volta dos militares ao poder! É claro que as Forças Armadas não são as mesmas dos "anos de chumbo", duas décadas de crimes hediondos contra a liberdade humana, através de torturas dignas da Idade Média! Nossa expectativa é que os militares não entrem nessa canoa furada...

O convite hipócrita de Dilma à oposição, para o diálogo, contrasta com a violência de seus programas eleitorais e as mentiras descaradas montadas pelo seu marqueteiro político, João Santana! Parece que muitos marqueteiros têm talento para ajudar o PT a roubar os cofres da Nação! Diante desse "desempenho" de João Santana, chego à conclusão que a pena de Marcos Valério foi pequena demais: apenas 38 anos de cadeia! Deveria ser prisão perpétua!

Portanto, meus caros leitores, preparem-se para o pior período de nossa história, seja para os povos indígenas e quilombolas, seja para o Meio Ambiente, seja para aqueles que se mantêm conscientes, mesmo diante da pior tragédia! Vamos nos unir na oposição a esses usurpadores da dignidade nacional, mas atentos às tentativas de golpe, seja da esquerda fanática, seja dos defensores da DITADURA! BRASIL, TORTURA, NUNCA MAIS!
Postar um comentário

BPMN