quarta-feira, 23 de junho de 2010

A Hidropirataria e o Código Florestal

Quem inventou essa mensagem estúpida a respeito da hidropirataria não deve ter feito as contas do custo de transporte e distribuição dessa gota d'água no oceano [leia "Hidropirataria na Amazônia" publicado em março de 2006], mas o fato é que, depois de circular por mais de seis anos na Internet, a notícia chegou ao Congresso Nacional e os "brilhantes" senadores resolveram investigar, justamente no auge do escândalo de descaracterização de nosso Código Florestal... pura coincidência? Claro que não! Apenas "cortina de fumaça" para distrair a atenção dos nossos "ambientalistas" de última hora!

Os ilustres senadores foram em busca de embasamento técnico e científico de especialistas do setor; a água em referência seria o lastro das embarcações que levam produtos para o porto de Manaus. Em seu retorno, os navios encheriam seus porões de água potável e levariam de volta para seus países de origem... seria cômico se não fosse trágico!

Não nos deixemos enganar por essas manobras evasivas! Eles querem ganhar tempo e esperam apenas um momento de distração dos verdadeiros ambientalistas para colocar em votação a mais nefasta das agressões ao meio ambiente que o Brasil já presenciou! Se esse falso "código florestal" for aprovado, as possibilidades de sobrevivência de nosso planeta estarão drasticamente reduzidas. Sim, pois além de anistiar todos os crimes ambientais perpetrados pelo agronegócio nas últimas décadas, essa nova lei "deixará as porteiras abertas para entrar toda a boiada"! Sem metáfora, literalmente, nossas matas se transformarão em pastagens para o gado nelore dos magnatas!

A verdadeira estupidez, a cegueira monumental é dos políticos e empresários desse país, que não enxergam a imensa fortuna que representam nossas florestas e rios preservados! Se inventaram que nos roubam água da Amazônia é porque sabem que a água será nosso maior tesouro quando todas as demais fontes desse precioso líquido estiverem contaminadas ou secas! Se preservássemos nossa água, seja de superfície os de subsolo, se protegêssemos nossos mananciais e assegurássemos vida longa aos nossos rios, se garantíssemos a sobrevivência das nossas matas ciliares, se não jogássemos esgotos e resíduos industriais nesses rios, no futuro teríamos assegurada a maior riqueza deste mundo!

Mas não! Estamos para aprovar a lei que dará proteção à motosserra e às queimadas, à invasão do gado e à passagem dos tratores com imensas correntes, derrubando tudo o que é árvore e ainda está de pé, para substituir esse patrimônio pelo passaporte da destruição! Esses fazendeiros afirmam que podem desmatar porque fornecem alimento aos brasileiros... mentira! Eles plantam para exportar e se enriquecer ainda mais, na sua ganância infinita! Quando a terra se esgota de tanta exploração e agrotóxicos eles afirmam que o problema já não é mais deles, pois fizeram a sua parte; o governo é quem deve recuperar os estragos que fizeram em sua política de terra arrasada; e partem para invadir e "grilar" novas áreas de preservação permanente! E o governo faz vistas grossas, e finge que não sabe que nossas matas, rios e montanhas são devastados em nome de um "desenvolvimento econômico" que foi concebido apenas para os ricos, os milionários, os latifundiários e os políticos corruptos desse país!

Não se iludam! Ninguém rouba a água de nosso país, a não ser esses políticos ruralistas safados que querem acabar com nossa legislação ambiental, e seus mandantes latifundiários! É triste saber que hoje existem mais estrangeiros tentando salvar a Amazônia do que brasileiros!

De que lado você está?
Postar um comentário