quarta-feira, 1 de outubro de 2014

BAIXARIA FEDERAL


Quando, em 1989, #Collor de Mello, apoiado pela Globeleza, venceu #Lula em um debate na TV, denunciando a relação extraconjugal do metalúrgico, pensávamos que "nunca, na história desse país", teríamos uma nova eleição tão suja, tão baixa, tão vil. Esperávamos, realmente, que a Democracia iria se aperfeiçoar, consolidando partidos políticos antagônicos, mas movidos pela ÉTICA e pela decência no trato da "coisa pública" (A Res-Publica, como gostava de dizer o ESTADÃO). Collor foi banido da vida pública por oito anos, através de um Impeachment, provocado pela revolta da população, que saui às ruas, cansada de 21 anos de ditadura, de roubalheira, de safadezas de toda espécie.

Mas estávamos errados. Veio #FHC, o Príncipe da "Inteligentzia" nacional, o Déspota Esclarecido, o grande intelectual da Esquerda Socialista, e nacionalizou as empresas públicas a preço de banana, manteve a paridade do Real com o Dollar até 1999, dez anos depois de Collor, favorecendo, principalmente, os diretores do Banco Central, em escândalo que nunca foi investigado, pois atendia aos interesses das oligarquias que sustentavam o poder, essas mesmas que, agora, querem colocar Aécio como presidente, como um CLONE de FHC.

OLIGARQUIAS versus VOTO DE CABRESTO

FHC permaneceu no poder por oito anos, depois de conseguir a aprovação da reeleição para presidente no Congresso Nacional. E Lula perdia sua terceira eleição, mas mantinha a imagem de que o #PT era um partido sério, popular, democrata e comprometido com as causas populares. Finalmente, em 2002, Lula chega à Presidência da República, e não demorou muito para que o Escândalo do Mensalão viesse a público através de denúncia de Roberto Jefferson. O julgamento demorou dez anos para chegar ao plenário do #STF.

Mas, mesmo diante do escândalo, Lula não apenas se reelegeu em 2006, como fez sua sucessora, a esquisita guerrilheira e "gerentona do PAC", recém- afiliada ao PT e transformada em sua "mais leal afilhada política"! Dilma chegou ao poder em 2011, quando Lula ainda colhia os frutos de "sua política econômica", tendo como presidente do Banco Central, uma notória figura do PSDB de FHC, Henrique Meirelles! A Economia ia bem, graças ao agronegócio, mas o Meio Ambiente sofria os impactos do avanço dos latifúndios para dentro da Selva Amazônica. Lula apenas continuava a "política econômica da Ditadura Militar".

Dilma era sua Ministra das Minas e Energia, depois Chefe da Casa Civil, "coordenando" um amontoado de projetos mal elaborados e sem nenhuma integração como um verdadeiro "Programa de Governo"! Para disfarçar, dava, aos pobres, as migalhas do Bolsa Família, concebido por FHC, e se tornava uma "liderança mundial", reconhecido pela sua "luta contra a miséria", que ele dizia que iria erradicar para sempre de nosso país. Não foi o que aconteceu. Basta que o "benefício" seja suspenso por um ano, e todos voltariam para a miséria!

Dilma, sem nenhum "jogo de cintura", e sem o carisma, a inteligência e a liderança de Lula, "meteu os pés pelas mãos", como se dizia, e teve que fazer inúmeras concessões ao PMDB e aos partidos políticos da coligação petista. O Escândalo do Mensalão chegou ao final, com a condenação de 25 membros do PT e de outros partidos "aliados", mas apenas Marcos Valério "pagará a conta da roubalheira", pegando mais de 40 ANOS de prisão, enquanto os líderes do PT recebiam menos de dez anos de prisão, beneficiados pela progressão de penas.

Outro escândalo maior chegou a público este ano, demonstrando que mais de UM BILHÃO DE REAIS teriam sido desviados da Petrobrás para os bolsos da quadrilha. Na ocasião em que o escândalo aconteceu, Dilma era Ministra de Estado e Presidente do Conselho de Administração da Petrobrás, a vítima dos assaltos, mas ela se negou a admitir sua responsabilidade nesse escândalo gigantesco. Essa, que foi o "orgulho nacional", e uma das maiores empresas do mundo, em apenas quatro anos perdeu 50% do seu valor de mercado!

Pois é nesse cenário que aparece MARINA SILVA, política jovem e combativa, saída das hostes do PT quando este partido se meteu nos escândalos nacionais e fez alianças espúrias com outros partidos tão corruptos quanto ele. O PT e seus aliados recebeu dinheiro, para suas campanhas políticas, de latifundiários da soja e do gado, mineradoras, banqueiros e empreiteiros, tornando-se o PARTIDO MAIS CORRUPTO DO PAÍS! Mas MARINA SILVA tinha apenas UM MINUTO DE TV contra os 11 MINUTOS de DILMA e 4 MINUTOS de Aécio Neves!

Houve, então, a grande surpresa: depois da morte de Eduardo Campos, MARINA SILVA assumiu a liderança nas pesquisas de opinião pública para as eleições de 2014, derrubando Aécio Neves e Dilma Rousseff. As expectativas para um segundo turno mostravam grande vantagem para MARINA SILVA! Ela estava, praticamente, eleita a nova presidente da República Federativa do BRASIL!

E foi assim que as Oligarquias de Aécio e o Voto de Cabresto de Dilma decidiram se unir para "Desconstruir" a figura pública de MARINA SILVA! E não foi através de argumentos verdadeiros, democráticos, honestos, mas simplesmente através de MENTIRAS, veiculadas descaradamente nos horários eleitorais "gratuitos" da TV, sem que o Tribunal Superior Eleitoral, presidido pelo PETISTA Dias Tóffoli, sequer concedesse tempo de resposta à candidata, caluniada descaradamente.

Em pouco mais de um mês, a situação se reverte, e MARINA SILVA está, praticamente, fora do segundo turno, que será disputado entre as OLIGARQUIAS ECONÔMICAS (do PSDB de Aécio) e o VOTO DE CABRESTO (do PT de Dilma). É lamentável que, apenas um ano depois das manifestações de rua, o povo volte a errar e se enganar com mentiras hipócritas, construídas pelos marqueteiros do PT e do PSDB. Vence a MENTIRA, vence a CORRUPÇÃO, vencem as FORÇAS RETRÓGRADAS, escondidas por detrás de uma IDEOLOGIA ULTRAPASSADA E ENTERRADA EM TODO O MUNDO CIVILIZADO, inclusive a ex-União Soviética e a CHINA! Fica para o Brasil a aliança com a VENEZUELA, a ARGENTINA e outros países fracassados, no âmbito do comércio internacional...

O que querem, afinal, as OLIGARQUIAS, unindo-se ao PT para derrubar MARINA SILVA, a única candidata que apresentou, de fato, um Programa de Governo voltado para a SUSTENTABILIDADE, em seu tripé de equilíbrio, Economia, Sociedade, Meio Ambiente; o que querem esses oligarcas vinculados ao que há de mais atrasado neste país: agronegócio, mineração, mega-empreendimentos?

E o que quer o PT e seus SÓCIOS, senão continuar a desgraçar nosso povo e nosso país, destruindo tudo o que os militares não conseguiram destruir? O que farão, eles, de um deserto, quando todas as fontes de água potável, as florestas, os rios e a fauna forem definitivamente destruídos? Dividirão os "lucros"? Mas que lucros, se esses mesmos oligarcas e magnatas também serão vítimas de sua própria ganância pelo poder, sem escrúpulos, sem vergonha?

Pois neste final de semana será decidido nosso futuro, nas urnas, em uma aparente "calmaria democrática". Só que ninguém, em sã consciência, poderá dizer que escolheu seus representantes depois de profunda análise do que, de fato, está em jogo nessas eleições majoritárias! Todos votarão em virtude dos meios de comunicação, também oligárquicos, e devido à propaganda suja e mentirosa, veiculada nos horários nobres da televisão e do rádio, levando a falsa mensagem daquela que deveria ser banida do território nacional, mas que é a "gerentona do PAC", a "escolhida de Lula", a "distribuidora das esmolas do Bolsa Família" à população ignorante de nossa triste Nação Brasileira!

LAMENTO APENAS DIZER QUE "NUNCA, NA HISTÓRIA DESSE PAÍS", O POVO FOI TÃO MANIPULADO PELAS FORÇAS OLIGÁRQUICAS E REACIONÁRIAS DO PT E DO PSDB!

SERIA SÓ POR MERA COINCIDÊNCIA QUE A GENEROSIDADE DOS PATROCINADOS DE CAMPANHA DE #DILMA E DE #AÉCIO SEJAM OS MESMOS? AFINAL, AMBOS, JUNTOS, RECEBERAM MIL VEZES MAIS DINHEIRO DO QUE MARINA SILVA...



Postar um comentário