quarta-feira, 30 de abril de 2014

O SINDICALISMO, O PT E OS TRABALHADORES DO BRASIL

Existe uma relação simbiótica entre o PT, a CUT e outras Centrais Sindicais, não pelo fato de ser um Partido dos Trabalhadores, mas por confundir o público e o privado. Curiosamente, esta que aparece na foto, a presidANTA #DILMA, foi quem mais prejudicou os servidores públicos federais, humilhando-os na negociação salarial de 2012 e impondo a todos um ridículo índice de 5% ao ano de correção salarial, bem abaixo da inflação, mesmo a oficial. No entanto, mesmo assim, o funcionalismo público federal mantém sua "fidelidade" ao PT e é o principal eleitor de Dilma.

POR QUE?

Se regredirmos no tempo uns 12 anos, veremos uma situação de conflitos entre o MST e o Governo de então, do PSDB e de FHC, com ocupações de fazendas em todo país, exigindo a Reforma Agrária, tema recorrente na História do Brasil depois da Independência. Mas nem FHC, nem LULA e muito menos DILMA promoveram a Reforma Agrária. Então, por que esses conflitos, como num passe de mágica, desapareceram nos governos petistas?

Muito simples! Em vez de promover uma verdadeira REFORMA AGRÁRIA, como foi concebida pelo saudoso mestre Celso Furtado, o que o PT fez foi criar assentamentos ao longo de toda Transamazônica e despejar os "sem-terras" por lá, como boi no pasto. Milhões de hectares de floresta vieram abaixo para fazer caber essa horda de desocupados que perambulavam pelo país. Adiantou? Certamente não, pois não houve nenhuma política de Assistência Técnica e Extensão Rural para capacitar essas famílias a cuidar da terra, como deveria.

E O SINDICALISMO?

Bem, esse é mais fácil de compreender. Nosso sindicalismo é PELEGO e sobrevive graças a uma legislação paternalista que rouba do trabalhador e dá aos sindicatos! Não adianta o trabalhador dizer que não quer ser sindicalizado! Ele será descontado compulsoriamente todos os anos, em um dia de seu salário, para sustentar um bando de vagabundos que optou por não trabalhar e viver às custas dos sindicatos! Quem é sindicalizado e tem um cargo de direção, ou é representante sindical, não pode ser demitido das empresas, e receberá seu salário regularmente até sua aposentadoria, enquanto tiver esse cargo ou situação.

Hoje, a quase totalidade das instituições públicas federais é dominada pelos sindicalizados, mesmo eles sendo minoria nos quadros de funcionários. As greves são realizadas sem representatividade e impostas aos servidores, que são impedidos de trabalhar, ou são humilhados pelos sindicalistas, como aconteceu em 2012. Naquele ano, um pequeno grupo de menos de 10% dos servidores aderiu à greve, mas havia uma barreira na entrada das instituições. Na FUNAI, colocaram sobre o chão dezenas de exemplares da legislação indígena e obrigaram aqueles que furavam a greve a PISAR sobre essa legislação, sob os olhares de ódio dos grevistas, ou sob vaia, ou ainda sob o som de "ÍNDIA" cantada pelo TIRIRICA!

E AS ELEIÇÕES DE 2014?

Agora estamos diante de uma nova situação! Dilma está caminhando para o fundo do poço, desprezada pelos eleitores e até pela sua "base aliada", um bando de partidos sem identidade própria e ávidos por cargos e vantagens, geralmente ilícitas, antiéticas ou imorais. A possibilidade de segundo turno cresce a cada dia; os boatos da volta de Lula são crescentes; a oposição, finalmente, conseguiu encontrar seu caminho; e o POVO está cansado de tanta falcatrua!

Se isso significa que teremos o fim da "ERA PT", ainda é cedo para dizer; mas nunca tivemos tantas possibilidades de virar esse jogo! Eu jamais imaginei, pela minha história política, que um dia iria desejar e tentar tirar o PT do governo. Esse partido que ajudei a construir com minha militância, já foi a esperança de uma NOVA POLÍTICA, desvinculada de interesses menores e de comprometimento com o que há de mais podre em nosso país: os poderosos LOBBIES de LATIFUNDIÁRIOS, de MADEIREIRAS, de MINERADORAS, de BANQUEIROS e de EMPREITEIRAS, sempre prontos a COMPRAR CONSCIÊNCIAS e manipular o POVO!

Hoje, nenhum candidato me motiva a votar nas próximas eleições, mas, acima de tudo, o que mais desejo é ver o PT e tudo que ele representa banidos de nossa política e, se possível, de nosso país! Se quem vier fará alguma diferença, isso eu não sei. Mas espero que "NUNCA MAIS, NA HISTÓRIA DESSE PAÍS", um falso líder nos engane com promessas falsas, com alianças espúrias e com atos criminosos!
Postar um comentário

BPMN