segunda-feira, 30 de agosto de 2010

Lula não Leu!

Quando terminei minha expedição pelo rio São Francisco, em dezembro de 2009, fui procurado por um alto funcionário do Banco do Nordeste do Brasil, Airton Saboya Valente Jr, Gerente da Coordenação de Estudos e Pesquisas Macroeconômicas, Industriais e de Serviços, responsável pela captação de novos títulos, convidando-me a publicar meu livro através do BNB. Enviei meus originais em janeiro de 2010 e aí começou a minha via crucis!

Enviei diversas versões do livro, excluindo ou alterando textos censurados pelo banco, que alegava serem inaceitáveis minhas críticas a personalidades do governo federal e às obras da transposição, "menina dos olhos" de Ciro Gomes e Dilma Rousseff. A contragosto fiz todas as modificações exigidas pelo BNB mas, mesmo assim, o tempo passava e nenhuma resposta definitiva, nenhum comprometimento, até que chegou junho, quando recebi uma resposta evasiva de que um membro do Conselho Editorial havia pedido "vistas" do processo.

Eu me senti como um réu diante de um tribunal de exceção, sendo julgado por falar a verdade, por divulgar que a Revitalização do rio São Francisco era uma mentira, que as obras da Transposição não atenderiam às necessidades do povo nordestino, que havia lutas pela posse das terras indígenas e quilombolas ; tudo o que eu vi e fotografei não passava de imaginação de um escritor sensacionalista. Fiquei parado, suspenso no ar.

Passou-se junho e julho, e nenhuma nova mensagem minha foi respondida pelo sr. Airton Saboya Valente Jr. Foi quando percebi que eles tinham conseguido seu intento, ou seja, evitar que um livro polêmico fosse publicado antes das eleições! Afinal, Dilma Rousseff liderava as pesquisas de opinião com razoável vantagem sobre seu concorrente!

Diante dessa manobra anti-democrática, decidi publicar meu livro na Internet, de graça, para que todos pudessem lê-lo e tomar conhecimento das mentiras do governo LULA nas obras faraônicas do Amazonas, do semi-árido nordestino e da bacia do São Francisco. Criei um blog, ao qual atribuí o nome de "Lula não Leu" pois tenho certeza que ele não lerá meu trabalho! Não é de seu perfil a leitura de textos extensos e analíticos sobre a realidade brasileira. Afinal, ele decidiu, como um déspota, com o uso do Exército Brasileiro, a construção dos canais de transposição, mesmo contrariando as opiniões de especialistas em hidrologia e meio ambiente, passando longe dos interesses do povo ribeirinho.

Também coloquei meus originais para "download" nos sites 
SCRIBD OVERMUNDO. Mais de 1.200 pessoas já se interessaram pelo meu trabalho e creio que muitas mais terão o cuidado e a atenção de conhecer essa realidade tão distante dos olhos da população urbana de nosso país. Minha dificuldade é divulgar o trabalho e, para isso, conto com vocês: leiam, divulguem, repliquem minha mensagem para que muitas pessoas tenham a lucidez de julgar um governo que começou com a corrupção do desvio de dinheiro do Mensalão e acaba com a construção de obras gigantescas de engenharia (Hidrelétricas na Amazônia e Transposição no Nordeste) que certamente terão um custo social e ambiental irreparáveis! Conto com vocês!
Postar um comentário

BPMN